No escurinho do cinema

Eu li Divergente graças à minha amiga que só me falou coisas boas sobre a trilogia, portanto eu fiz questão de ler o primeiro livro antes da estreia do filme que estava marcada para o dia 17/04, mesmo tendo uma noção de que eu não iria ver o filme exatamente no dia da estreia não me importei de adiantar a minha leitura. Prefiro muito mais ler um livro primeiro e depois assistir o filme. 

Assim que eu li o livro faltava arranjar algum dia para ir ao cinema, além de companhia. Mas, depois de tentar marcar de ir ao cinema mais de uma vez com meus amigos resolvi ir sozinha, apesar de que ir com os amigos acaba sendo mil vezes mais divertido estava cansada de ver planos indo por água abaixo. Pois bem, no dia 26/04 resolvi ir ver o filme Divergente depois de muito tempo. 

Sobre o filme não tenho nenhum tipo de reclamação para fazer, é um conhecimento geral de que o filme não é 100% fiel ao livro, mas  Divergente conseguiu sair bastante parecido com o livro tendo apenas algumas mudanças:
  1. Não mostrou alguns iniciados mortos.
  2. Durante o livro Tris, acaba virando amiga de Uriah, mas esse personagem não aparece durante o filme.
  3. No livro Quatro - ou Tobias - acaba dando em cima da Tris enquanto bêbado, eu ri um pouco com essa parte. Porém, ela não apareceu no filme.
  4. No livro Al tem sentimentos pela Tris, mas eu não percebi isso diante das telas. 
  5. Onde foi parar a parte em que o Peter deixa o Edwad cego de um olho?
  6. Não mostraram muito o envolvimento romântico entre a Christina e o Will. No livro, a Christina conta para a Tris sobre esse relacionamento.
E também teve a atuação impecável dos atores, pessoalmente achei de o Theo James se saiu perfeito no papel do Quatro, e mesmo não indo muito com a cara da Shailene Woodley eu gostei da interpretação dela como Tris. E acho que nem é preciso comentar sobre a Kate Winslet, essa mulher é incrível.  

Mas esse não foi o real motivo que me fez escrever esse texto, na verdade é mais uma reclamação sobre a postura de algumas pessoas na sala de cinema. Do mesmo jeito que eu acabei passando por um momento de raiva durante o filme, acredito que outras pessoas também já passaram por situações semelhantes. 

Antes dos filmes começaram sempre passa a propaganda que diz algumas regras do cinema que incluem "Desligue o seu celular", e é no minimo irritante quando algum celular toca no meio do filme, piora ainda se a pessoa atende e inicia uma conversa o que acaba atrapalhando o restante do povo que se distrae. Também algumas pessoas fazem questão de passar o filme inteiro usando o celular, o brilho do aparelho no escuro do cinema já é algo meio desagradável. E ainda tem casos em que as pessoas ficam no celular durante o filme inteiro, e depois reclamam que não entenderam coisa nenhuma ou ficam perguntando o que está acontecendo de cinco em cinco minutos.  

E eu não poderia deixar de citar as pessoas que não calam a boca, ficam falando desde o início até os créditos finais do filme. Só por ter uma pessoa falando em sua cabeça quando você quer prestar atenção em algo é chato, e piora quando o que estão falando é o cúmulo da merda que pode existir. As garotas que sentaram do meu lado durante o filme falaram tanta bobagem que eu acabei decorando, acabei ficando perplexa com as coisas que saiam das bocas delas. 
  1. "Ele (Quatro) devia encoxar ela (Tris)". - Sobre a cena em que os dois estão escalando a  roda gigante e a Tris acaba quase caindo, mas é salva pelo Quatro que estava bem atrás dela e a segurou. 
  2. Xingaram a Tris na hora em que ela se afastou do beijo do Quatro, e em seguida disse "Não quero ir muito rápido"
  3. "Ela tem medo de corvo, mato, água, areia movediça". - Sobre a simulação da Tris, onde ela tem que enfrentar os seus medos.  
  4. "Eu não tenho carro/ Não tenho facção/ E se ficar comigo é porque gosta/ do meu/ rá rá rá rá rá rá rá/ Lepo Lepo" - Música "Lepo Lepo" adaptada para o filme.  
Se você é alguém que não cala a boca ou vive no celular quando vai ao cinema pare já com isso! Você tem o direito de gastar o seu dinheiro como bem quiser, mas não atrapalhe quem está querendo ver o filme e pagou para isso, e não para escutar comentários idiotas ou para ver alguém usando o celular durante o tempo inteiro, e ainda por cima escutando a pergunta "O que está acontecendo?" de um modo compulsivo.


Se alguém se interessar pelo filme ao lado está o trailer, pessoalmente eu amei o filme. E caso você vá ao cinema, espero que não passe pelo o que eu passei.
  • Share