Resenha: Procura-se um Marido

Título: Procura-se um Marido
Autor(a): Carina Rissi
Editora: Verus Editora
Número de páginas: 476
Classificação: 5/5

Admito que nunca fui uma grande fã de livros nacionais e quando a minha amiga me falou do livro resolvi deixar o meu preconceito de lado para o ler, fiquei insegura no início sem saber o que eu poderia esperar, mas para o meu contentamento o livro "Procura-se um Marido", da Carina Rissi não me desapontou em nenhum momento. Muito pelo contrário, acabou superando as minhas expectativas. A leitura foi tão envolvente que eu acabei o livro em menos de um dia.

"Alicia sabe curtir a vida, Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império — a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel. Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida e maneiras que ela jamais imaginou. Cheio de aventura, paixão e emoções intensas, Procura-se um marido vai fisgar você até a última linha."

Alicia Moraes de Bragança Lima, ou Lili para os mais íntimos, é uma jovem de 24 anos que pode ser considerada como uma garota problema. Seus pais morreram quando ela era pequena, e desde então ela passou a ser criada por seu avô Narciso, um empresário muito rico que acabou mimando a neta ao longo de sua vida sempre lhe dando um amor incondicional, e a livrando dos problemas em que ela se metia.

Mas com a morte repentina de vô Narciso a vida de Alicia acaba virando de cabeça para baixo, o testamento de seu avô deixou bem claro que ela só colocaria as mãos na herança quando estivesse devidamente casada, por um período de um ano. Desse modo, Alicia perde sua casa, carro e mesada. E ainda teve que engolir a mudança de Clóvis (o advogado de seu avô) junto de sua esposa Telma para sua antiga casa, era como se estranhos estivessem a invadido. Ela se vê obrigada a pedir ajuda para sua melhor amiga, a Mari, e juntas elas decidem colocar um anúncio um tanto peculiar no jornal.

Vários candidatos responderam o anúncio de Alicia interessados no posto de marido de aluguel para que ela conseguisse a sua parte da herança, nenhum parece bom o bastante até que Maximus "Max" Cassani responde o seu anúncio. Contudo, ao mesmo tempo que isso pode ser a solução para a Alicia, também pode ser um problema.
"Eu o observei por um longo tempo. Max era aquele tipo de homem que fazia uma garota — não a mim, claro — suspirar por semanas só porque ele disse oi. E era bem normal. Eu já o conhecia um pouco, sabia que ele não era dado a esquisitices nem nada. O problema era que Max era insuportavelmente arrogante, orgulhoso e muito chato. Não que eu tivesse cogitando a hipótese de torná-lo meu marido, claro que não. Mas, ainda sim, eu não entendia por que ele não tentava encontrar uma esposa da maneira tradicional. Seria fácil demais alguma garota desavisada cair nos encantos daqueles olhos sedutores e um tanto agressivos. Contudo, ali estava ele, tentando encontrar uma esposa de aluguel. Só poderia haver um motivo."
Juntos Alicia e Max resolvem colocar em pratica esse plano de marido e esposa de aluguel, mesmo estando cientes das consequências que teriam caso fossem desmascarados e para que isso não aconteça ambos precisam fingir que estão apaixonados. A medida que vão convencendo as pessoas que são dois jovens extremamente apaixonados, Alicia comete o erro terrível de se apaixonar por seu marido. Além de enfrentar uma escolha entre o amor e o dinheiro, Alicia vai ter que provar para Max que ela pode sim ser a esposa ideal para ele.
"Queria poder lhe dar a segurança que ele me dava. Esperava poder retribuir todas as mínimas coisas que ele fazia por mim desde que tínhamos nos conhecido. Ansiava por fazer com ele sentisse as coisas maravilhosas que despertava em mim toda vez que me olhava ou sorria. E, ah, eu desejava tocá-lo. Desesperadamente. Desejava correr as mãos por seu peito, sentir seu coração batendo acelerado sob minha palma, ouvir meu nome em seus lábios. Desejava-o de muitas maneiras. De todas as maneiras...Oh, Deus! Mari estava certa!Eu o amava! Desesperadamente! Estava completamente apaixonada por meu marido."
Eu me arrependo por ter demorado tanto por  resolver ler "Procura-se um Marido", e agradeço a minha amiga por ter falado tanto na minha cabeça sobre esse livro maravilhoso. A história é envolvente fazendo com que o leitor demore a largar o livro para fazer algo, é romântica e engraçada; seus personagens apaixonantes.



  • Share

Esperança é a coisa com penas

Nesses últimos dias estou acompanhando algumas situações pelas redes socais e eu fiquei impressionada com a esperança que as pessoas têm, e depositam em várias coisas como, por exemplo, em um casal, ou quando ficam horas encarando a tela do celular a espera da mensagem daquela pessoa especial. Mesmo quando a situação parece estar totalmente ferrada ainda existem as pessoas que depositam fortemente a sua esperança em algo. Enquanto para algumas pessoas isso é uma verdadeira perda de tempo, eu acho o contrário. Na verdade, considero como algo tocante e admiro essas pessoas que permanecem até o final, no mundo em que vivemos hoje acho que precisamos de mais atitudes como essa.

Em Piratas do Caribe - No Fim do Mundo, o personagem Jack Sparrow falou uma frase marcante e predicativa que se adéqua com os acontecimentos atuais "O mundo continua o mesmo,  só há menos razões para se viver".  Admito que é algo negativo de se dizer, mas em meio os conflitos e atos bárbaros cometidos por pessoas que se consideram como justiceiros do bem. O conflito entre a Rússia e a Ucrânia; entre israelenses e palestinos; a mulher que foi espancada até a morte por ter sido acusada de bruxaria... Onde que o mundo vai parar desse jeito? Não sou nenhum tipo de vidente, mas do jeito que as coisas estão o resultado não parece ser bom, e antes digam que é muito negativismo da minha parte acredito que apenas estou sendo realista. Foi-se o tempo em que eu achava que o mundo era um mar de rosas.

Por isso acredito que em um mundo cheio de conflitos, onde as relações pessoais parecem estar piorando cada vez mais é preciso de pessoas que mantenham a esperanças de que isso vai melhorar. Também é preciso de mais amor, compaixão e respeito, três coisas que parecem estar em falta nos dias atuais. E mesmo que o texto tenha ficado com um tom mais negativo do que eu esperava, tenho a esperança de que as coisas vão melhorar. Para mim a vida é como uma montanha-russa cheia de altos e baixos e, atualmente, o mundo está passando por um desses pontos baixos, mas isso vai ser superado é como um fluxo. E novamente citando o Jack Sparrow "Complicações surgiram, continuaram e foram superadas".
  • Share

Resenha: Quando Cair o Verão e Outras Histórias

Título: Quando Cair o Verão e Outrás Histórias
Autor(a): Amelia Williams
Editora: Suma de Letras
Número de páginas: 192
Classificação: 3/5

Quando sou fã de determinada coisa gosto de pesquisar e comprar objetos relacionadas à ela, e com Doctor Who isso não é diferente. Sou uma whovian (nome dado para os fãs da série Doctor Who; uma palavra reconhecida pelo dicionário de Oxford) de carteirinha e sempre que dá procuro produtos da série, e quando eu soube do lançamento do livro passei o final das minhas férias indo todos os dias na livraria para conseguir comprá-lo. Até hoje, não consigo expressar em palavras o meu entusiasmo de ter esse livro.
"Doctor Who: Quando cair o verão e outras histórias é um livro de contos inspirados em episódios da série britânica Doctor Who, que em novembro de 2013 completou 50 anos no ar. A obra reúne três contos: Quando cair o verão, de Amelia Williams; O Beijo do Anjo, de Melody Malone; e O Demônio na fumaça, narrado pelo Sr. Justin Richards. O livro traz ainda uma rara entrevista com Amelia Williams, a reclusa autora de A garota que nunca cresceu, e uma nova introdução escrita por ela.

Inspirado no episódio The Bells of Saint John, Quando o verão cair narra a história da jovem Kaye, que passou suas férias na vila litorânea de Watchcombe e está determinada a aproveitar ao máximo sua última semana de folga. No entanto, ao descobrir uma misteriosa chamada 'O Senhor do Inverno', ela viverá aventuras que jamais poderia ter imaginado.
 Em O Beijo do Anjo, inspirado em The Angels Take Manhattan, a detetive particular Melody Malone recebeu uma visita inesperada: o astro do cinema Rock Railton. Ele acredita que alguém quer matá-lo e, quando menciona 'o beijo do anjo', Melody aceita o caso. E com o passar do tempo, a detetive logo descobre  que o preço da fama é maior que ela poderia imaginar.
Narrado por Justin Richards e inspirado pelo episódio The Snowmen, O Demônio na fumaça, é um thriller no qual dois garotinhos, cansados de limpar a deve do pátio do orfanato, decidem fazer um boneco de neve — e se deparam com um mistério brutal. Fascinados e horrorizados, testemunham quando o boneco de neve começa a sangrar. A busca por respostas levará Harry, um dos meninos, à aventura mais perigosa e empolgante de sua vida."
Assim como a série, o livro de contos é cheio de mistério e de aventuras. Você fica instigado a querer saber como cada um dos casos vai acabar e, consequentemente deixa o mundo real um pouco de lado e mergulha de cabeça nas páginas do livro, pelo menos foi assim comigo.  E se você assiste a série, acaba percebendo que personagens antigos e até mesmo alguns vilões foram empregados em alguns contos. Isso arrancou um sorriso do meu rosto, é inevitável não conseguir se lembrar deles na série.

Mas o que me deixou mais emocionada foi a introdução feita pela Amelia Williams (minha eterna Amy Pond), e fiquei feliz que ela acabou levando uma vida feliz ao lado de seu marido Rory Williams. The Girl Who Waited & The Last Centurian.
"Rory e eu — ele está bem, obrigada, só um tiquinho grisalho, mas ainda é o meu homem."
Foi tocante ver que ela mantinha a esperança de um dia o Doctor, o seu amigo imaginário que era real, um dia encontraria o seu livro; o modo que ela decorou a expressão do seu rosto afetuoso. De que ela sentia falta da aventura e de bombas explodindo perto dela. E ainda fez questão de transmitir um recardo importante para o seu velho amigo, um recardo capaz de arrancar algumas lagrimas devido a lembrança que ele pode causar em algumas pessoas.
 " Então, Doutor, prepare-se para erguer o olhar. Ela está esperando por você. Tem esperado por muito tempo. E, se você vir uma mulher apenas observando, significa que a encrenca não está muito longe de alcançá-lo.
  Mas, antes que você olhe para cima, vou transmitir a mensagem dela:
— Corra, menino esperto, e lembre-se..."
 Além de recomendar esse livro para os fãs da série, também recomendo ele para o restante do público, no  geral. Não é preciso acompanhar a série para a compreensão de cada conto, eles apenas foram inspirados em alguns episódios.
  • Share

Resenha: Perto de Você

Título: Perto de Você
Autor(a): Bella Andre
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 349
Classificação: 4/5

Quando vou comprar um livro sempre leio a sinopse, dou uma folheada para ver se tem algo que me chama atenção, e em algumas situações acabo fazendo pesquisas sobre o livro. Além desses métodos, a capa também influência na minha escolha. Juntando todos esses fatores eu resolvi comprar o livro "Perto de Você", da Bella Andre, mas admito que o mais chamou a minha atenção e o que me fez comprar o livro foi a capa. O olhar profundo do homem e a frase impactante acabaram me conquistando.
"A estrela de cinema Smith Sullivan não pode permitir nenhuma distração. Ele está apostando reputação inteira em seu novo filme... mas ele não pode parar de pensar em Valentina Landon e o fogo ardente que ele vê logo abaixo da superfície. Valentina não é avessa ao prazer sensual, ou mesmo com a ideia de encontrar o amor verdadeiro, mas, como um gerente de negócios de Hollywood, ela assistiu a muitas mulheres inteligentes cair para atores... só para ser rasgado quando o conto de fadas chega ao seu fim inevitável. Mas quando semanas intensas juntos no set transformam sua atração aquecida em brasa chamas da paixão, Smith sabe que ele tem que encontrar uma maneira de convencer Valentina a deixá-lo ficar um pouco mais perto. Perto o suficiente para completamente roubar seu coração... do jeito que ela roubou o seu desde o início." 
Smith Sullivan faz parte de uma numerosa família e entre os seus oito irmãos ele decidiu seguir a carreira de ator, enquanto os outros fizeram outras coisas variadas. Ser uma estrela de Hollywood ao mesmo tempo em que tem muitos pontos positivos, também tem os seus negativos, como por exemplo a falta de privacidade ou o fato de algumas pessoas não conseguirem te enxergar como um homem comum. Mesmo com todo seu dinheiro e fama, no fundo Smith é um cara comum como qualquer outro.

Valentina Landon é uma das pessoas que o trata como se ele fosse uma pessoa comum ao invés de um astro do cinema, tanto é que na primeira conversa que acabam fazendo uma pequena ameaça advertindo-o que ele não deve se aproximar de sua irmã Tatiana (uma jovem atriz talentosa que está trabalhando ao lado de Smith, no filme Gravity) com segundas intenções. É perceptível que Valentina não crê em relações amorosas, devido aos vários relacionamentos que  sua mãe teve com atores depois da morte de seu pai.
"— Minha irmã não será um de seus brinquedinhos.
Pego de surpresa por um minuto, Smith simplesmente repetiu:
— Brinquedinhos?
(...)
— Tatiana e eu estamos nesse negócio há dez anos — ela disse com a voz gélida. — Sei bem  como este mundo funciona, Sr. Sullivan."
Mas a convivência diária no set faz com que eles acabem se aproximando, chegando ao ponto de Valentina conhecer alguns membros da família Sullivan, além de saírem para um encontro. Consequentemente, a atração entre eles acaba aumentando ao ponto de Valentina ultrapassar uma de suas barreiras, que era se relacionar com um astro do cinema.
"Podia ver o desejo no roto dele, sabia que o desejo dela se igualava ao dele. No entanto, atrás do desejo havia algo que lhe cortava o coração, uma vontade profunda, um desejo contra o qual ela lutara tanto  e durante tanto tempo. Um desejo que ia muito além de fazer amor."
Porém, além da atração que sentem um pelo outro Smith vai precisar convencer Valentina a ficar ao seu lado. Enquanto ela resolve se manter afastada dele durante um tempo na tentativa de não se envolverem novamente, e ainda tem que esconder de sua irmã e do restante do mundo o sua relação com o Sullivan.
"De algum modo, teria de descobrir como transformar essa única noite que ela havia lhe concedido em muitas, muitas outras. Mas, por hora, mal podia pensar em outra coisa além do desejo de possuí-la.
  E de continuar fazendo-a ser dele, de todas as maneiras..."
Esse é o primeiro livro que eu li da Bella Andre e o resultado foi bom, a linguagem não é rebuscada e o livro fluí facilmente. E depois que eu acabei o livro descobri que ele era o sétimo de uma coleção, mas independente da ordem que você leia os livros ainda sim consegue entender a história. E para quem se interessar pelo restante da coleção aqui estão os outros livros:

  1. Um Olhar de Amor
  2. Por um Momento Apenas
  3. Não posso me Apaixonar
  4. Só Tenho Olhos Para Você
  5. Se Você Fosse Minha
  6. Quero Ser Seu
  7. Perto de Você
  8. Em Meus Pensamentos
  • Share

Resenha: Noiva Irresistível

Título: Noiva Irresistível
Autor(a):  Christina Lauren (Christina Hobbs. Lauren Billings)
Editora: Universo dos livros
Número de páginas: 160
Classificação: 5/5

Para tudo na vida tem um fim, por mais que isso soe de uma forma um tanto triste é apenas a dura realidade. Esse fato se aplica para todas as coisas, incluindo os livros. E com "Noiva Irresistível", de Christina Lauren, se encerra a saga Irresistível.

"Uma noiva irresistível. Um noivo apaixonante. E um tórrido romance de escritório que se transformou em amor verdadeiro. Chloe Mills e Bennett Ryan mal podem esperar pelos sinos matrimoniais. Chloe, exasperada e estressada por todos os arranjos de última hora, está prestes a dizer 'sim' para uma fuga até Las Vegas. Por sua vez, Bennett teve a brilhante ideia de evitar sexo antes do casamento, regra que apenas piorou o mau humor dos dois. Quando seus familiares malucos chegam para grande dia, os amantes irão descobrir se um casal que discute tanto pode continuar junto tempo o bastante para trocarem alianças - e não apenas para provocações. Chloe e Bennett, o casal favorito das fãs, passaram por muita coisa juntos desde aquela noite ardente na sala de conferência em Cretino Irresistível - agora, junte-se a eles para o casamento do século." 

Seja na ficção ou na vida real, o casamento é um evento que reúne familiares de todos os cantos (alguns que você nem se lembrava que existiam), ao mesmo tempo em que é um dia de pura felicidade também acaba sendo estressante, principalmente com alguns detalhes que sempre acabam saindo errado na última hora. Isso se aplica à Chloe Mills e Bennett Ryan.

As tensões do casal começam na semana do pré-casamento, ambos estão preocupados como vai ser o encontro das duas famílias malucas e para piorar ainda mais o humor dos dois, Bennett decide que apenas irá fazer sexo com a Chloe após o casamento. Se antes disso eles já estavam uma pilha de nervos, esse fator serviu para complicar ainda mais a situação.
"— Quando você diz 'a última noite que vou comer você antes do casamento', você quer dizer que vamos transar só durante o dia nesta semana?
Um pequeno sorriso apareceu no canto de sua boca.
— Não. Quero dizer que, depois desta noite, quero me abster até você se tornar a minha esposa."
 E como de costume os dois brigam e implicam um com o outro, mas com o passar da semana o mau humor de Chloe e Bennet acaba piorando, será que era uma forma do universo provar que eles não deveriam ficar juntos?
"— Eu não preciso que você não me explique nada. Ele está lendo um livro arcaico que promove essa ideia idiota de propriedade patriarcal. Uma versão que você escolheu. Foda-se isso. Eu não fiz nenhuma faculdade, e pós-graduação, e um estágio enquanto aguentava sua cretinice apenas para depois perder a minha identidade e ser conhecida como esposinha. E outra coisa — ela disse, tomando fôlego e virando para Kristin que estava congelada. — Que tipo de lavandeira de quinta entrega milhares de dólares em vestidos e ternos como se tivessem passado por um moedor de carne?"
Como nos livros anteriores "Noiva Irresistível", apresenta cenas engraçadas e algumas picantes, porém um pouco menos que os outros. E também, nos mostram outros personagens de outros livros: Sara e Max, e Will e Hanna.

Para quem se interessou pela série aqui estão os outros livros aqui estão eles:

  1. Cretino Irresistível
  2. Estranho Irresistível 
  3. Playboy Irresistível
  4. Cretina Irresistível 
  5. Paixão Irresistível 
  6. Noiva Irresistível   

  • Share